sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Recôncavo News

MALDIÇÃO? Após Domingos e Umberto, mulher de ator de Velho Chico morre e detalhes arrepiam o país

A "maldição" da novela “Velho Chico” fez a terceira vítima em um espaço de poucos meses. Depois de Umberto Magnani ter morrido de um ataque de AVC, que surgiu nas gravações da novela e da morte por afogamento de Domingos Montagner, no intervalo também das gravações, foi a vez da mulher da primeira vítima, Cecília Maciel Magnani. Tal como garante o site “Diário do Sertão”, a atriz morreu sete meses depois do seu marido, vítima de uma infecção grave provocada por uma pneumonia. Nas redes sociais, muitos brasileiros estão chocados com a notícia, fazendo destaque às trágicas coincidências que a trama parece continuar provocando.
A novela “Velho Chico”, que terminou há já várias semanas, teve tanto de bem-sucedida como de trágica. Em uma espécie de "maldição" contra seus artistas, dois grandes atores brasileiros perderam a sua vida em dias que estavam gravando, provocando um enorme abalo para toda a equipe de “Velho Chico”, mas também para o público brasileiro que, praticamente, cinco vezes por semana, não perdia um episódio da trama.
Apesar da morte de Umberto Magnani ter sido muito sentida no passado mês de abril, perdendo a vida dois dias depois de um ataque cardíaco fulminante durante as gravações, a verdade é que a dimensão da trágica morte de Domingos Montagner promete ficar na memória dos brasileiros por muito tempo. Enquanto tentava relaxar um pouco no rio São Francisco com Camila Pitanga, durante o intervalo de gravações, o artista não resistiu à força da correnteza do local e foi puxado para o fundo, tendo sido resgatado já sem vida e a muitos metros do local onde desapareceu.
Agora foi a vez de Cecília Magnani ter sido vítima de uma doença que está arrepiando muitos brasileiros, que rapidamente desejaram muita força para toda a família que, em um curto espaço de tempo, perdeu duas pessoas queridas e que tiveram muito sucesso na dramaturgia brasileira. Cecília e Umberto tinham três filhos e ambos partilhavam a mesma paixão de representar, tendo tido muito sucesso em projetos ligados ao teatro e à televisão.