sábado, 19 de novembro de 2016

Recôncavo News

Jovem universitária é presa suspeita de tráfico internacional de drogas

Ana Larissa Tomé Soares, brasileira, 18 anos, solteira, natural de Fortaleza no Ceará, estudante de nutrição e residente no Conjunto Veneza Tropical-Fortaleza/CE-(não possui antecedentes criminais), foi presa durante fiscalização de rotina destinada a reprimir o tráfico internacional de entorpecentes no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. Os policiais federais desconfiaram da suspeita em virtude de ter desembarcado em Recife/PE num voo proveniente de Barcelona/Lisboa/Recife por ela estar sozinha na fila de desembarque demonstrando um comportamento bastante apreensivo, não parando de observar o trabalho desenvolvido pelos policiais federais bem como o da fiscalização da Receita Federal. Ao ser selecionada para que a sua bagagem fosse submetida ao aparelho raio-x, ela demonstrou-se ainda mais nervosa.
A ação teve seu desfecho final quando foi constatada pelo aparelho de raio-x que no interior de sua bagagem havia vários invólucros de uma substância estranha aos seus pertences pessoais. Ao ser aberta a sua mochila, afim de que fosse feita uma vistoria e busca minuciosa com o apoio operacional da Receita Federal ficou constatado a existência de 47 (quarenta e sete) embalagens de formato de cápsulas que ao passar por exame “narcoteste” resultou positivo para Haxixe (resina extraída de maconha que possui uma alta concentração de THC, princípio ativo da maconha que responsável por produzir o efeito alucinógeno) cujo peso bruto totalizou 5,9Kg (cinco quilos e novecentos gramas). Terminado os trabalhos investigativos e tendo sido toda a droga encontrada, a suspeita recebeu voz de prisão em flagrante foi informada dos seus direitos e garantias constitucionais, onde acabou sendo autuada pela prática do crime contido no artigo 33 e 40, inciso I da Lei nº 11.343/2006 (tráfico internacional de drogas) e caso seja condenada poderá pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão.
Após a autuação, a presa realizou Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal, em seguida foi encaminhada para a audiência de custódia e logo após para a Colônia Penal Feminina onde ficará à disposição da Justiça Federal. Além da droga também foram apreendidas passagens aéreas, passaporte, 01(um) celular, R$ 2.000 (dois mil reais). Em seu interrogatório a presa informou que conheceu um presidiário que atualmente está cumprindo pena no sistema carcerário do Ceará (não deu detalhes sobre o detento), o qual lhe fez a proposta de fazer uma viagem para Barcelona com o objetivo de trazer uma mochila com droga e ganhar R$ 10 mil reais e como achou a proposta interessante resolveu aceitar; Disse ainda que embarcou em Fortaleza no dia 14/10/2014 foi para o Rio de Janeiro onde fez contato com uma pessoa que nunca tinha visto, a qual lhe passou orientações e seguiu para Barcelona no dia 16/10/2016 onde pegou a bagagem com a droga e comprou a passagem aérea do trecho Barcelona/Lisboa/Recife. Caso não houvesse sido presa a sua intenção era pernoitar em Recife/PE e no outro dia seguir viagem para o Rio de Janeiro, onde seria procurada por alguém que receberia a mochila com a droga; Por fim disse que essa foi a primeira vez que fez esse tipo de viagem. Fonte: Notícia Livre.