terça-feira, 1 de novembro de 2016

Recôncavo News

Dário Meira: Marido de adolescente é o autor da morte de recém-nascido, diz polícia

Desconfiada da versão da adolescente de 17 anos que teria confessado ter matado o seu bebê após o parto e enterra-lo nas margens do Rio Gongogi, na cidade de Dário Meira, a polícia civil conseguiu juntar provas e chegar a conclusão que o crime não foi cometido pela jovem. De acordo com informações da delegacia de Dário Meira, ainda no domingo (30), o marido da adolescente foi preso suspeito inicialmente de coparticipação no homicídio. Nessa segunda-feira (31), após ouvir algumas testemunhas, a polícia acredita que conseguiu desvendar o caso.
Segundo as investigações, a criança do sexo feminino, recém-nascida, foi morta a facadas por Erenildo Jesus dos Santos, de 24 anos. Conforme informou um investigador ao GIRO, ele mantinha um relacionamento com a adolescente há cinco anos, inclusive tiveram um filho que hoje tem 3 anos de idade. No entanto, o casal se separou por alguns meses, e após reatar o casamento, Iranildo começou a desconfiar que o filho que a sua companheira esperava não era dele. Ainda conforme as investigações da polícia civil, após a gestante dar a luz, ele pegou a criança e disse que iria dar a alguém. A polícia ainda informou que imagens de uma câmera na cidade mostram Iranildo passando na rua carregando uma pá e uma sacola onde estaria o corpo do bebê.
Ainda segundo a polícia, a jovem teria confessado o crime devido às ameaças do marido dirigidas a ela e aos seus familiares. Iranildo nega todas as acusações. A polícia informou ainda que o suspeito já responde por um homicídio. O corpo do bebê foi encontrado por um cão na manhã de domingo nas margens do rio Gongogi (ver aqui). A crueldade praticada com a criança chocou a comunidade de Dário Meira e região. Iranildo está custodiado provisoriamente no Complexo Policial do município, de onde pode ser transferido a qualquer momento para o Presídio de Jequié. Fonte: Giro Ipiaú.