quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Recôncavo News

Cantoras Simone e Simaria falam sobre busca de corpo do pai

As cantoras baianas Simone e Simaria falaram de um drama que elas vivem durante entrevista para rádio FM O Dia nesta quarta-feira (2), no programa “De Cara”. Elas contaram as dificuldades que tiveram na infância e que buscam até hoje o corpo do pai delas que morreu e foi enterrado como indigente. “A gente não tinha dinheiro, não tinha nada. A gente morava numa casa de tábua, no meio do garimpo, que é onde você vai pra pegar diamante, pra ver se acerta na vida. Era o Garimpo do Arroz, um lugar muito perigoso.
Todos os dias a gente via pessoas mortas na porta de nossa casa, assassinadas mesmo. Foi muito triste nossa infância com nossos pais. Minha mãe sofreu muito com meu pai. A gente não tinha nada na vida, estávamos ali tentando achar uma pedra. Aquele sonho de nordestino, que acha que vai achar uma pedra e vai mudar de vida, salvar a família. Meu pai estava sempre buscando uma vida melhor para nós duas”, relatou Simaria.
Simaria não escondeu as lágrimas para falar sobre a busca pelo corpo do pai. “Acharam uma mulher, outra pessoa, mas ele não. Eu tinha 11 anos quando ele morreu. E eu nessa correria louca ainda não consegui parar pra resolver, porque depende da justiça pra determinar um dia, para exumar o corpo”, disse a cantora. Fonte: Varela Notícias.