sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Recôncavo News

Black Friday lota as lojas em todo Brasil desde a madrugada

A 6ª edição da Black Friday, evento anual que traz superdescontos no setor de comércio e serviços, começou oficialmente à 0h desta sexta-feira (25). Em São Paulo, algumas lojas abriram mais cedo e os consumidores já começaram a aproveitar as ofertas durante a madrugada. Em meio a vendas fracas no varejo durante o ano, devido à retração da economia, os organizadores do evento ainda assim esperam faturamento de R$ 2 bilhões - aumento de 30% em relação a 2015. A data já é a segunda maior do varejo em termos de vendas, só perdendo para o Natal.
E a cada ano vem sendo cada vez mais antecipada - alguns varejistas começam a oferecer os descontos um mês antes da última sexta-feira de novembro. E as promoções têm sido ainda estendidas até a segunda-feira seguinte, a chamada "Cyber Monday". A Black Friday, que nasceu no varejo tradicional, com descontos concentrados em eletroeletrônicos, eletrodomésticos e vestuário, tem se estendido a outros segmentos que entram na onda de promoções para tentar alavancar suas vendas. O setor de serviços entrou forte na data das megapromoções. O consumidor pode encontrar, por exemplo, descontos em passagens de ônibus, manicure, pacotes de intercâmbio, seguros e acessórios para carros, imóveis, motéis, cursos preparatórios de concursos públicos, investimentos e até na compra de churros, por exemplo.
Além disso, bancos e empresas de programas de milhagem também embarcaram na onda das promoções. Os organizadores não preveem que os descontos sejam maiores que o habitual nesta edição para fisgar o consumidor que não está comprando, já que os varejistas podem até diminuir a margem de lucro, mas não podem ter prejuízo. No entanto, o leque de produtos e de categorias oferecidos será ampliado. As grandes redes de varejo ampliarão o horário de atendimento nas lojas durante o evento. Casas Bahia, Extra, Magazine Luiza, Pontofrio, Ricardo Eletro, Walmart e Amaricanas são algumas das empresas que terão horário estendido e até mesmo vão virar a madrugada com as portas abertas em algumas unidades. Fonte: G1.