sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Recôncavo News

Polícia divulga vídeo de suspeito no colégio no dia da morte da menina Beatriz, assista

A Polícia Civil de Pernambuco divulgou ontem (8), imagens em vídeo de um homem suspeito de matar a menina Beatriz Angélica Mota com 42 facadas, em 10 de dezembro do ano passado, em uma festa do colégio Nossa Senhora Auxiliadora, que fica em Petrolina. Beatriz morava com a família na cidade de Juazeiro (BA). Câmeras de segurança mo entorno do colégio mostraram um homem rondando o estabelecimento de ensino. Já em outras gravações, foi possível visualizar a entrada dele na quadra onde a festa estava acontecendo, 20 minutos antes de Beatriz ter sido vista pela última vez.
De acordo com o delegado que coordena as investigações, uma pessoa com a descrição do suspeito foi vista por testemunhas circulando a escola. Duas fotografias registram ainda a presença dele na área do bebedouro, local para onde a garota foi antes de morrer, 13 minutos antes de ela sair da quadra onde a festa acontecia. A última imagem que a polícia tem de Beatriz é das 21h59 do dia do crime, quando ela se afastou da mãe e foi até o bebedouro, que fica na parte da baixo da quadra.
Segundo a polícia, o material só foi divulgado agora porque as imagens estavam sendo analisadas minuciosamente. Com a sincronização dos horários das câmeras, foi possível ver a ação de forma cronológica. Além disso, a polícia afirmou ter identificado dois perfis de DNA diferentes do sexo masculino: um na faca utilizada no crime, e outro nas unhas da mão direita da criança. Um dos peritos que trabalha no caso contou que eles vão tentar uma técnica de retrato falado a partir do perfil genético do agressor. A polícia ainda não descartou a participação no homicídio de outros cinco suspeitos, que eram funcionários do colégio. Fonte: Varela Notícias.