terça-feira, 20 de setembro de 2016

Recôncavo News

Pai e madrasta são presos após matarem filha de 2 anos

Uma criança de 2 anos foi achada morta neste domingo (18) dentro de uma caixa de papelão, em uma mata que pertence a um loteamento em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá (MT). Segundo a Polícia Civil, o pai e a madrasta foram presos no município de Água Boa, a 736 km da capital, suspeitos de envolvimento na morte da menina. A criança foi morta no dia 7 de setembro – porém, o crime só foi descoberto no fim de semana. Lenilson Barbosa de Souza, de 25 anos, e Katia Cristina de Almeida Lopes, de 27, confessaram informalmente o crime, de acordo com a polícia.
A madrasta disse às autoridades que Lenilson se irritou depois que a menina fez cocô nas roupas e na cama e agrediu a filha. Segundo a delegada Luciana Casa verde, o casal morava em Água Boa e foi trabalhar em uma fazenda na região de Paranatinga, a 411 km de Cuiabá. A mãe, que tem a guarda da filha, permitiu que a menina fosse passar uns dias com o casal. A madrasta, o pai e a criança ficaram nessa propriedade por aproximadamente um mês, até que se mudaram para Primavera do Leste.
“No dia 7 de setembro, ela [madrasta] foi ao mercado e, quando retornou, ele [o pai] disse que tinha batido na menina porque ela tinha feito cocô na roupa e na cama. A criança estava grogue e decidiram dar remédio para dores a ela. Deixaram a menina no quarto e durante a noite viram que ela foi a óbito”, declarou a delegada ao G1. A madrasta não disse qual remédio deu para a criança. Fonte: G1.