sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Recôncavo News

Jovem morre após ficar 4 horas sob o sol sem protetor

Nara Farias Preto, de 20 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira em Brasília após passar por sessão de bronzeamento natural em uma clínica que funcionava em uma casa na Asa Sul. De acordo com informações do G1, a jovem fez o procedimento na manhã do último sábado e teria ficado exposta ao sol três horas a mais que o recomendado. Na quarta-feira, ela foi levada ao hospital e, segundo familiares, teve três paradas cardíacas antes de morrer.
De acordo com uma prima da vítima, Mirian Farias, Nara fez o bronzeamento na cobertura da clínica, onde teria ficado deitada em uma maca de massagem por mais de quatro horas, sendo que a sessão deveria durar no máximo uma hora e vinte minutos (quarenta minutos de frente, e os outros quarenta de costas). Em intervalos entre 9h e 13h30, uma mulher aparecia para passar um produto que acelerava a pigmentação no corpo de Nara.
“Não orientaram a passar filtro solar, e a mulher não a molhava com frequência. Isso causou uma desidratação muito violenta”, disse Mirian. Segundo ela, a prima não bebeu água durante o procedimento. Em um perfil divulgado em rede social, a clínica anuncia “bronzeamento natural e produtos 100% autorizados pela Anvisa”. Mirian diz que a prima foi atraída pelo preço – 60 reais por sessão – e por imagens “bonitas e bem tratadas”.