segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Recôncavo News

Maníaco da seringa é preso acusado de tentar injetar vírus HIV em mulheres

O homem conhecido como "maníaco da seringa" foi preso neste domingo, 31, na região Central de São Paulo. Ele é acusado de tentar injetar vírus em vítimas. Não se sabe realmente se as agulhas teriam o HIV ou qualquer outra doença, mas diversas mulheres foram atacadas e até feridas. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, a prisão só pode ser realizada depois que a #Justiça aceitou uma solicitação da Polícia civil paulista, que determinava a detenção temporária do homem.
Ele já tinha sido pego como suspeito, mas depois liberado, já que uma das vítimas não reconheceu o seu rosto. No entanto, dessa vez, o tal homem estaria com a seringa no bolso, o que poderia demonstrar então uma suposta prova de que ele cometia tais atos. O suspeito está preso em uma carceragem de uma delegacia no Centro de São Paulo. Novamente testemunhas serão chamadas para tentar reconhecer o rosto do homem. As mulheres são as mesmas que registraram ocorrência sobre os ataques da seringa. Acredita-se que muitas pessoas acabaram não fazendo nenhum registro pela demora, medo ou acreditar na impunidade dos crimes.
Não há um número fechado de mulheres que teriam sido atingidas pelo "maníaco das seringas". A Polícia chegou a divulgar o que seria um retrato falado do acusado. Nele, ele aparece com barba e porte médio. Os profissionais da PM, no entanto, não informaram se o preso seria a mesma pessoa do retrato falado.