segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Recôncavo News

Gemêas do crime são presas e confessam ter dopado e roubado 12 homens

Foto: Edilson Lima.
As gêmeas Maíse e Michele Santos de Araújo, 23 anos, confessaram ter dopado e roubado ao menos 12 homens em um golpe conhecido como "Boa noite, Cinderela". Elas, no entanto, negaram terem matado uma das vítimas. A informação foi divulgada nesta segunda-feira, 15, durante a apresentação da dupla. De acordo com a delegada Francineide Moura, as irmãs e o comparsa Anderson Rezende decidiram matar um motorista do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) porque ele já teria ido na casa de uma das gêmeas, onde conheceu Anderson. O receio do trio era que ele reconhecesse Anderson. A vítima foi morta asfixiada com um saco plástico.
As irmãs também são acusadas de esfaquear outro homem no município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). De acordo com a polícia, as gêmeas usavam as redes sociais para conhecer e marcar encontros com os homens. Entre as vítimas estão dois policiais militares e um guarda municipal. Segundo a delegada, as irmãs fingiam que eram frágeis, que tinham uma filha pequena e um pai doente para atrair a atenção dos homens. Depois de conversar com eles pelas redes sociais, elas marcavam um encontro, onde uma delas ia e colocava remédios na bebida da vítima. Os encontros aconteciam em bares ou na casa da vítima. Depois que o homem estava dopado, Anderson e a outra irmã chegavam e ajudavam a saquear a vítima.
Eles roubavam motocicleta, celulares, eletrônicos, mas também travesseiro, lençol, carnes e até temperos da casa das vítimas. Elas alegaram que não queriam trabalhar e os golpes era a forma de sustento. Duas armas foram roubadas, sendo uma de um dos PMs, que teria sido vendida para o líder do tráfico de drogas da Engomadeira por R$ 2.500. Esse traficante estava ajudando a esconder as irmãs, depois que a imagem delas foi divulgada na imprensa. A dupla foi presa nesta quinta, 11, no bairro Jardim Nova Esperança. Elas estavam indo para uma festa para comemorar o aniversário de Anderson. Anderson foi levado para prestar esclarecimentos na delegacia, mas foi liberado em seguida. Fonte: A Tarde.