segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Recôncavo News

Casal gay processa empresa de Ivete Sangalo e pede indenização de R$ 1,3 milhão

A IS Produções e Eventos, empresa que pertence a Ivete Sangalo, está sendo processada pelo casal Caio Rocha e Daniel Paschoal, segundo informou o colunista Leo Dias, do jornal 'O Dia'. Os dois entraram na Justiça contra a artista e o Centro de Tradições Nordestinas, em São Paulo, local onde eles foram agredidos durante um show da baiana. Ivete, que chegou a lamentar o caso e mostrou apoio ao casal, recebeu com tristeza o processo.
Na ação, o advogado dos dois, Ângelo Carbone, pede uma indenização no valor de R$ 1,3 milhão para a empresa da cantora e o CTN. Ele ainda pede R$ 200 mil ao estado de São Paulo. Em entrevista à publicação, Ângelo falou sobre o processo: "as agressões começaram dentro do CTN, durante o show da Ivete, e terminaram lá fora. Eles chegaram a pedir ajuda da polícia militar, que se recusou a protegê-los". G1.