quinta-feira, 7 de julho de 2016

Recôncavo News

Menino empurra colega na escola e mãe obriga filho a levar flores: ‘Não se bate em mulher’

Um menino de 4 anos foi obrigado pela mãe a levar flores para uma colega depois de empurrar a menina na escola. A situação inusitada aconteceu em Porto Alegre (RS) e viralizou após a mãe, Tayane Carvalho, compartilhar o caso em seu perfil no Facebook. Ela explicou ao portal da RedeTV que na última quinta-feira (30) foi buscar o filho Diogo, de 4 anos, na escola.
Ao chegar lá, a professora contou que a criança empurrou uma colega ao invés de pedir licença. "Na hora eu não fiz nada, somente deixei ele no pátio da escola. No carro fui pensado sobre o que fazer, sem assunto com ele. Eu disse que estava muito triste com ele", contou ela. "Cheguei em casa e o coloquei na minha frente, pedi pra ele conversar comigo olhando nos meus olhos e expliquei que não se bate no colegas, ainda mais em meninas", completou. O menino ficou de castigo no quarto por algumas horas, só podendo sair para ir ao banheiro.
"Ele ficou lá até a hora de dormir, rezou para Deus, disse que não ia fazer mais, me pediu desculpas diversas vezes, mas fiquei forte e mantive a palavra do castigo", relembra. No dia seguinte, Tayane teve a ideia das flores quando levava Diogo para a escola. “Parei no mercado e falei para ele escolher uma flor para a Isabelle. Falei para ele pedir desculpas, prometer a ela que não iria mais fazer o que fez e entregar as flores para ela fica feliz com ele", explicou.
Segundo a professora, o menino ofereceu as flores para a colega, que aceitou ainda um abraço de desculpas. Na sexta (1º), Tayane publicou o caso na rede social: "Depois de muita conversa, castigo ontem, hoje foi o dia de levar flores para a coleguinha que ele empurrou ontem na escola. #naosebateemmulher #sóflores #sócarinho #vaiserumprincipe #nãoéfácil". A publicação já teve mais de 54 mil curtidas e 3,4 mil comentários, e até o momento foi compartilhada 6.908 vezes. Fonte: BN.