quinta-feira, 7 de julho de 2016

Recôncavo News

Interior da Bahia: Mulher morta em chacina implorou para não morrer por estar grávida

Uma mulher, aparentando ter 18 anos, morta na companhia de outros três homens na madrugada desta quinta-feira (7) dentro de uma casa, em Mata de São João, implorou para não morrer. Segundo a vizinha da vítima, que não quis se identificar, foi possível ouvir os gritos da mulher antes da execução. "Ouvi de casa ela gritar: 'Não me mate, não, que eu estou grávida. Depois foram dois tiros e silêncio'", contou a vizinha.
A vizinha contou ter encontrado um documento de identidade em nome de Valéria Lima, de 18 anos, natural de Feira de Santana. A vítima foi encontrada morta na sala do imóvel deitada no chão. Já os outros três homens, que ainda não foram identificados, estavam no quarto, caídos de bruços no chão e com marcas de tiros na cabeça. Todos foram baleados na madrugada de hoje por volta da 0h. Testemunhas contaram que homens chegaram em um carro preto, com vidros escuros, que parou na porta da casa, um sobrado amarelo no Beco de Dona Domingas, em Açu da Torre.
"Chegaram pedindo drogas, armas e dinheiro", lembra uma moradora. Segundo ela, um dos bandidos questionou sobre outra arma, mas uma das vítimas afirmou que só havia uma na casa. Logo depois os suspeitos iniciaram as execuções. Moradores afirmam que outra mulher, que estava no imóvel no momento do ataque, foi baleada nas nádegas, mas conseguiu fugir. "Ela desceu a rua correndo, ninguém sabe onde foi parar", comentaram na rua.