quinta-feira, 14 de julho de 2016

Recôncavo News

Homem leva cadela diagnosticada com câncer terminal para viagem de 'despedida'

Inicialmente, um diagnóstico de câncer nos ossos. Como dura consequência, a amputação de uma pata. Mas, em seguida, a doença se alastrou para os pulmões. O que fazer? Viajar pelos EUA em uma jornada de "despedida".
Assim o veterinário da Marinha Robert Kugler, de Nebraska, decidiu passar seus últimos meses ao lado de Bella, sua labradora de 9 anos, adotada por ele ainda filhote. "É a mais bela relação que já tive com alguém. Não me importa que seja uma cadela", disse Kugler à "CNN", enquanto cruza o país. No momento, a dupla passa pela Flórida, a bordo do carro do veterinário, registrando tudo, claro, no Instagram. Fonte: Jornal Extra.