domingo, 24 de julho de 2016

Recôncavo News

Dica: Aprenda como faturar até 5 mil R$ por mês vendendo alimentos em pote

A Rhaiany Nascimento mora em Vitória, no Espírito Santo e faz bolo no pote. Descobri a história dela na revista Sou Mais Eu e fui atrás para saber se o que estava na revista era verdade. E era. A Rhaiany fatura R$ 5.500 reais vendendo cerca de 2.500 potes por mês. Só no final de semana são 200 bolos muito bem recheados, pelo jeito, e assim, pronto para comer. Os números comprovam o sucesso, mas essa história começou em um momento de dificuldade.

A Rhaiany e o marido dela, o Élio estavam passando por problemas financeiros. As contas começaram a atrasar, aluguel, água, luz… Como o Élio não encontrava um emprego os dois decidiram começar a vender bolo de um jeito diferente, em um pote. Pegaram algumas dicas na internet e foram à luta.Tinham apenas 50 reais. Com esse dinheiro compraram leite condensado, farinha e chocolate e conseguiram fazer 20 bolos. O Élio foi para a rua, de bicicleta, oferecer no comércio e vendeu tudo. “E o povo pedindo mais”, conta Rhaiany. Nove meses depois de ter começado a produção o casal já recebeu encomenda de até 700 bolos de uma vez. E isso trabalhando em casa.

No início ela confessa que teve que vencer a vergonha de oferecer o produto para as pessoas. “Aprendi que com um sorriso no rosto, fé e coragem a gente consegue qualquer coisa”. Hoje temos clientes fixos que nos procuram para comprar bolo no pote. O casal passou a produzir todo tipo de doce e salgado para festas e o bolo no pote ganhou 3 tamanhos, tem de 100, 200 ou 300 ml. E tem mais gente ganhando dinheiro com comida no pote, Salada no pote também faz o maior sucesso. Fonte: Trabalho no Brasil.