quarta-feira, 22 de junho de 2016

Recôncavo News

Refrigerantes não serão mais vendidos em escolas no Brasil

As gigantes Coca-Cola Brasil, Ambev e PepsiCo Brasil fecharam acordo para não vender refrigerantes nas cantinas das escolas para crianças de até 12 anos. As empresas dizem entender que os pequenos, nesta faixa de idade, não têm maturidade suficiente para tomar decisões de consumo.

Elas combinaram que vão comercializar apenas água mineral, suco 100% da fruta, água de coco e alguns lácteos. Os produtos que lançarem no futuro só entrarão na lista se seguirem “determinados critérios nutricionais”.

A proibição da venda de refrigerantes em escolas, considerado um produto pouco saudável, assim como hambúrgueres, é objeto de projetos no Congresso e nas assembleias estaduais. Aliás, no mundo inteiro. Fonte: O Globo.