quinta-feira, 16 de junho de 2016

Recôncavo News

Novo dispositivo para perda de peso suga comida diretamente do seu estômago, veja o vídeo

Embora possa parecer coisa de ficção científica, o AspireAssist é um dispositivo médico real, inclusive foi aprovado pela FDA (orgão responsável pelo controle de alimentos e suplementos médicos nos EUA) para ser usado por pessoas com 22 anos ou mais “com índice de massa corporal entre 35 e 55, e que não conseguiram baixar ou manter a perda de peso após algum tipo de terapia não-cirúrgica”. Ele permite que pacientes drenem alimentos pré-digeridos de seus estômagos no toalete mais próximo.

A instalação do AspireAssist começa com uma cirurgia no abdômen. É quase como uma colostomia, mas em vez de cutucar uma parte do estômago através da pele, um tubo é instalado para conectar o estômago a pele. Segundo a fabricante, o procedimento leva apenas 15 minutos, e todo o dispositivo pode ser removido em 10 minutos. Após comer, os pacientes devem conectar o tubo ao dispositivo, que deve conter um saco com água natural. Funciona assim: – Abra a válvula; – Drene a comida para uma privada; – Force para água ir para o estômago; – Repita isso por cinco a 10 minutos até “30% de sua refeição” ter saído.

A Aspire alerta os pacientes que eles devem “mastigar com cuidado e serem conscientes de sua alimentação” para manter o tubo sem bloqueios durante o processo. Apesar do funcionamento fácil, a FDA diz que pacientes do AspireAssist precisarão de “visitas frequentes ao médico” e “monitoramento frequente de uma operadora de saúde”. O órgão americano não especifica o quanto de manutenção que esses cuidados devem ter. E como ele não suga inteiramente seu estômago, esteja preparado para gastar o dobro de tempo em banheiros. O vídeo abaixo, que inclusive conta com legendas em português, explica com detalhe o processo:

 
Os testes clínicos fornecidos pela AspirteAssist ao FDA sugerem que 111 pacientes usando o dispositivo perderam mais peso comparado com um grupo de 60 pessoas que estavam apenas usando terapias convencionais de mudança de estilo de vida (não estão claras quais são as implicações dessa tal terapia de mudança de estilo de vida). Ainda não é sabido se os pacientes no fim do tratamento conseguem manter o peso perdido — um dos grandes problemas da perda de peso. É especialmente pertinente, pois a AspireAssist para de funcionar após 115 drenagens, e necessita da visita de um médico para avaliação e receita para continuar usando. 

O CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) estima que 29% da população dos Estados Unidos é obesa. É um baita problema, e quanto mais tratamentos disponíveis, melhor. A banda gástrica ajustável tem tido grande sucesso nos últimos anos, e tem se mostrado segura e efetiva. O dispositivo AspireAssist requer manutenção constante e tem risco de infecção, sangramento, fístulas e morte, entre outras coisas, o que torna uma opção desagradável. Mas não deixa de ser uma opção — e não importa o quão ridícula ela parece. Fonte: Uol.