sexta-feira, 3 de junho de 2016

Recôncavo News

Impressionante: Biólogos comprovam que é possível chocar ovos fora da casca, assista o vídeo

Será que é possível que um ovo seja chocado fora da casca? Um vídeo vem causando muita curiosidade nos usuários das redes sociais na ultima semana de maio de 2016. Com pouco mais de 3 minutos, essa filmagem – que parece ter saído de algum programa de TV japonês – já teve mais de 150 mil compartilhamentos em apenas uma semana no YouTube, além de já contar com mais de meio milhão de visualizações em apenas um dos canais onde foi publicado!



O que chama a atenção no vídeo é que ele mostra um laboratório onde alguns alunos quebram ovos em um filme plástico e, após serem colocados em uma estufa, começam a mostrar sinais de incubação de um frango, que ao final do vídeo é visto caminhando pelo chão do laboratório. Para saber a resposta, a equipe do site E-farsas aos Biólogos: Karlla Patricia – Bióloga e criadora do excelente Diário de Biologia, e o Fernando Costa Straube que é Biólogo e pesquisador em Ornitologia desde janeiro de 1982, e é autor de centenas de títulos relacionados ao tema. Os Biólogos confirmaram: Por incrível que pareça, o vídeo é real ! Assista o vídeo:



O experimento foi realizado no Japão pelos professores Yutaka Tahara e Katsuya Obara e, de acordo com o artigo cientifico de 2014 ‘A Novel Shell-less Culture System for Chick Embryos Using a Plastic Film as Culture Vessels’, o método se chama shell-less (“fora da casca”, em tradução livre) e é usado para embriões de aves com alta taxa de eclosão e seria útil para a geração eficiente de frangos transgênicos, manipulações de embriões, a engenharia de tecidos e estudos básicos em Medicina regenerativa. O método ainda apresenta várias vantagens, principalmente relacionadas com a preservação de aves raras. Esta técnica pode ser aplicada para se tentar salvar ovos que foram quebrados ou estão em risco de ruptura.



A taxa de sucesso é superior a 50%, O experimento consiste em criar uma especie de bolsa com o plastico filme, do mesmo tamanho e formato do ovo, onde o conteúdo do ovo é colocado. É importante que os ovos já estejam fecundados, e também que se tenha cuidado para não furar a gema! É importante também que se mantenha as mesmas condições de umidade e temperatura e alguns detalhes não são revelados pelo professor para se preservar a técnica e não cair em mãos erradas. O professor Tahara diz que desenvolveu este experimento para que seus alunos pudessem examinar o crescimento de embriões de galinha sem ter que matá-los, embora vários embriões inocentes morreram em seus mais de 30 anos de pesquisa. Fonte: E-farsas.