quinta-feira, 23 de junho de 2016

Recôncavo News

Homem morre em acidente após furar pedágio e fugir da Polícia

Acusado de furar um pedágio e fugir da PMR (Polícia Militar Rodoviária), o auxiliar de produção Rafael Bueno de Moraes, 27, morreu na noite de anteontem após bater o carro que dirigia na traseira de um caminhão, na Rodovia Anhanguera (SP-330), em Americana, de acordo com a corporação. A polícia apontou que Moraes foi perseguido por 24 quilômetros até bater. Segundo a PMR, Moraes parou seu carro, modelo Gol, na passagem de motos do pedágio localizado no km 152 da rodovia, altura de Limeira.

Policiais estranharam o fato e foram até o veículo, quando um caminhão passou pela catraca de cobrança automática e Moares aproveitou para furar o pedágio e uma perseguição teve início, segundo a corporação. Ainda de acordo com o registro policial, o auxiliar acelerou e evitou a abordagem da polícia, inclusive arremessando um objeto para fora, que acertou o vidro para-brisa da viatura, sem danificá-lo. Após 24 quilômetros, já no km 128, tentou trocar de faixa e acertou a traseira de um caminhão com placas de Anápolis, cidade goiana. Moraes morreu na hora e a dianteira do carro ficou completamente destruída.

A corporação acionou a perícia da Polícia Civil e o IML (Instituto Médico Legal) para retirada do corpo. O veículo de Moraes foi encaminhado ao Pátio Municipal de Americana e o caminhoneiro foi liberado. O auxiliar de produção era casado e morava em Monte Mor. A sogra dele, Maria da Silva, afirmou que Moraes e a filha eram casados há cerca de oito anos e que tinham uma filha de seis meses. O genro estava desempregado e a família se mantinha com a verba da filha, também auxiliar de produção. "Ela tá trabalhando, auxiliar de produção, e ele desempregado. (A filha) está triste, né", disse a sogra. Ela não soube afirmar se o homem não tinha CNH ou estava com ela vencida. Fonte: Portal Todo Dia.