quinta-feira, 9 de junho de 2016

Recôncavo News

Exame aponta pólvora na mão de criança de 10 anos morta em perseguição policial

O resultado era aguardado pela Polícia Civil e pela Corregedoria da PM para saber se a criança realmente teve ao menos contato com um revólver calibre 38 apresentado pelos policiais como sendo portado por Italo. O exame residuográfico feito pela perícia detectou rastros de pólvora e chumbo nas mãos de Italo, 10, morto durante perseguição policial após furtar um carro na quinta (2) na região do Morumbi.

No entanto, delegados do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, responsável pela investigação, avaliam que esse exame não é conclusivo para confirmar se ele atirou durante a perseguição, como dizem os PMs. Isso porque bastaria encostar a arma recém-utilizada nas mãos da criança para influenciar os resultados. Fonte: Folha.