sexta-feira, 17 de junho de 2016

Recôncavo News

Dieta x Reeducação Alimentar: Entenda de uma vez por todas as diferenças

Dieta: Elas geralmente tem uma restrição de certos grupos alimentares para promover um certo objetivo como por exemplo o ganho de massa muscular, controle de colesterol, preparo de atletas para competições e alívio de certas condições de saúde. As dietas não deveriam ser seguidas sem um acompanhamento profissional pois cada pessoa tem uma fisiologia diferente, e o que pode funcionar para uma pessoa poderá não funcionar para outra pessoa. A palavra dieta as vezes também pode significar “estilo alimentar” que a pessoa leva no seu dia-a-dia como por exemplo se a pessoa falar que está levando uma “dieta saudável” (após uma reeducação alimentar) ou “mantém uma dieta dietética” (sem açúcar geralmente passada para diabéticos), então não necessariamente significa que a pessoa está de dieta para emagrecer.



Reeducação Alimentar: Já a reeducação alimentar é a introdução de hábito alimentares saudáveis, hábitos que a pessoa esqueceu ou que simplesmente nunca adquiriu, mas que passarão a fazer parte do seu dia-a-dia, é uma conscientização de suas escolhas que vai durar por toda a vida e poderá comer de tudo, sem exageros, sem preocupações, balanceados e nutritivos. É comprovado que o emagrecimento através da reeducação alimentar é saudável, duradouro, apesar de ser um pouco mais longo. Muitos profissionais estão optando pelo método da reeducação, pois não haverá impacto no organismo que causará o efeito sanfona, evita também o estresse que uma dieta causa e ensina o indivíduo a conhecer melhor as opções saudáveis de sua alimentação.

No vídeo abaixo a Nutricionista Vivian Bausas explica como devemos fazer a Reeducação Alimentar, confira: