terça-feira, 7 de junho de 2016

Recôncavo News

Acusado de assaltar bancos em Gandu, Tanc. Neves e Camamu é preso

Procurado há mais de dois anos pela Força-Tarefa da Secretaria da Segurança Pública suspeito de cometer diversos crimes contra instituições bancárias, tráfico de drogas e assassinato de policiais, Juarez Nascimento dos Santos Júnior, 29 anos, conhecido como ‘Cipan’ manteve a companheira grávida de oito meses, Daíza Daiane Batista de Matos, 20 anos, refém por mais de 19 horas entre às 16 horas numa casa em Porto de Sauípe. Após o resgate de Daíza, que já perdia líquido e apresentava sangramento, os policiais apreenderam duas pistolas com Cipan, informou a polícia. “A negociação para a libertação de um refém é um trabalho lento e cauteloso, que demanda muito preparo”, destaca o major PM Cledson Conceição Sousa, subcomandante do Bope.

Segundo ele, durante a negociação, Cipan apresentava variações de comportamento constantes, entre ameaças e ponderações sobre a possibilidade de rendição. Uma ambulância foi disponibilizada para o atendimento imediato ao criminoso, que apresentava um ferimento antigo no joelho, e também à refém. Cipan já havia sido condenado por tráfico de drogas e estava respondendo em regime aberto desde 2012. Nos últimos dois anos, segundo apurações da força-tarefa, o suspeito integrava uma quadrilha responsável por diversos assaltos a bancos, entre eles os das cidades de Gandu, Tancredo Neves, Camamu, e a uma agência dos Correios de Igrapiúna, além de um sequestro a um empresário do município de Ipiau. Daíza, também com passagem pela polícia por porte ilegal de armas e coletes balísticos, será investigada, informou a PM. Fonte: INFOSAJ.