domingo, 12 de junho de 2016

Recôncavo News

A trágica morte do jovem que caiu em uma fonte termal nos EUA e desapareceu

Era para ser um simples passeio em um dos parques mais famosos dos Estados Unidos. Mas uma tragédia acabou ceifando a vida do americano Colin Nathaniel Scott, de 23 anos. Colin e sua irmã, Sable, estavam curtindo as fontes termais de Norris, no parque nacional de Yellowstone, no noroeste dos Estados Unidos, quando ele escorregou e caiu em uma fonte termal. Minutos antes, os irmãos haviam desviado do caminho designado para os visitantes. Destino de 4 milhões de turistas no ano passado, o parque de Yellowstone é conhecido por seus gêiseres, onde depósitos subterrâneos de minerais tingem de azul, verde, laranja e amarelo a água que aflora à superfície. Sable buscou ajuda com um dos guardas do parque. Mas já era tarde demais.

Na quarta-feira, as autoridades abandonaram as buscas pelo corpo de Colin. Seu corpo simplesmente desapareceu no líquido ácido e fervente, que pode alcançar temperaturas de mais de 90 ºC. "Os esforços de resgate foram suspensos na quarta. Infelizmente, não havia mais restos mortais para recuperar, somente alguns objetos pessoais", disseram os responsáveis do parque em um comunicado. Morgan Warthin, porta-voz de Yellowstone, disse ao site EastldahoNews.com que a zona de géiseres onde Colin caiu é conhecida por ser a mais quente e com mais atividade do parque.

"A principal característica desse local é que a água é muito quente e muito ácida", acrescentou Warthin. O superintendente do parque, Dan Wenk, enviou condolências à família Scott. Ele também lembrou os visitantes sobre a importância de seguir as regras e permanecer na trilha demarcada quando visitam os gêiseres. Essa não é a primeira vez que acidentes do tipo acontecem. No sábado passado, um garoto de 13 anos e seu pai sofreram queimaduras por terem saído da rota estabelecida. Desde 1890, 22 pessoas morreram nas fontes termais, segundo autoridades do parque afirmaram à agência de notícias AP. Fonte: Uol.