segunda-feira, 30 de maio de 2016

Recôncavo News

Professora é presa após manter relações com aluno de 17 anos

Aumenta o número de professoras detidas por ter relações sexuais nos Estados Unidos com menores. Foram registrados, nos últimos sete anos, mais de 1000 casos de profissionais, homens e mulheres, que se relacionaram com menores de idade, de acordo com jornais americanos. Desse número, mais de 300 acabaram na cadeia. Os casos acabam nas manchetes de jornais e na TV.

Desta vez Fatima Grupico, de 25 anos, que lecionava História, foi acusada pelas autoridades de sair com um menor. Trabalhava na Cardinal McCarrick High School, em South Amboy, estado de Nova Jersey (EUA), e acabou presa. Fatima foi detida após fazer sexo dentro dos muros da escola com um aluno, cujo nome não foi revelado. Fatima, que adorava tirar fotos desinibidas que postava na internet, foi acusada de fazer sexo várias vezes com o aluno, o "caso" dela tinha 17 anos, mas, pelas leis do estado americano, a professora não poderia ter tido um relacionamento com o rapaz, mesmo sendo consensual.