terça-feira, 10 de maio de 2016

Recôncavo News

Mulher afoga e mata filha de 7 anos na frente do filho de 6 como punição por desobediência

Uma mulher afogou a própria filha, uma menina de 7 anos de idade, como forma de punição, e o filho de 6 anos assistiu a tudo. Inicialmente, Amanda Lewis disse que a filha Adrianna Hutto havia caído na piscina de sua casa, em Esto, Flórida, EUA, e se afogado.
Ela chegou a ligar para os serviços de emergência pedindo ajuda, e paramédicos chegaram a socorrer a menina e a levaram para um hospital. Menos de uma hora após o “acidente”, AJ, de 6 anos, filho de Amanda, contou aos avós maternos ter visto a própria mãe afogar a menina.
Ele foi entrevistado por investigadores na data de 08 de agosto de 2008, e contou que sua irmã foi “mergulhada” como um castigo por desobediência. AJ disse à polícia: “Mamãe molhou a minha irmã”. Adrianna havia pulverizado um limpador de janelas sobre a TV da família e isso havia deixado a mãe furiosa. A menina, que possuía TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade), acabou morrendo um mês após o afogamento, e Amanda foi acusada de assassinato.
Após uma investigação, o garoto testemunhou contra ela no tribunal que tratou do caso e o júri a considerou culpada. Amanda foi condenada a mais de 30 anos de prisão sem direito à liberdade condicional. Fonte: Mirror.