• Plantão Recôncavo News

    sexta-feira, 13 de maio de 2016

    Jogador reage a assalto e é assassinado com vários tiros na Argentina


    O futebol argentino lamenta a perda de Rodrigo Espíndola, zagueiro do Nueva Chicago, morto na noite da última quinta-feira ao reagir a um assalto na porta de sua casa, em Monte Grande, região metropolitana de Buenos Aires. O jogador de 26 anos estava com a esposa e o filho de seis meses na porta de casa, quando foi abordado pelos ladrões. Ele tentou impedir a entrada dos assaltantes em sua residência e acabou baleado no abdômen.

    Espíndola foi, então, transferido para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo na primeira hora da madrugada.

    - Que injusta é a vida... Que tristeza. Muita força à família de Rodrigo Espíndola neste momento – escreveu o atacante argentino Jonathan Calleri, do São Paulo.

    - Meu mais sentido pêsame à família de Rodrigo Espíndola. Até quando vamos seguir assim? Daqui a pouco estarão matando todos – também reagiu o meia Walter Montillo, ex-Santos e Cruzeiro, e atualmente no Shandong Luneng, da China.

    Rodrigo Espíndola começou a carreira no Chacarita Juniors e teve passagem sem muito sucesso pelo Racing antes de se transferir para o Nueva Chicago. Em seu último clube, jogou 12 vezes e marcou um gol na Primeira B Nacional, a Segunda Divisão do Campeonato Argentino. Fonte: Globo Esporte.