domingo, 8 de maio de 2016

Recôncavo News

Gêmeas siamesas nascidas no interior da Bahia seguem internadas na UTI; estado é gravíssimo

As gêmeas siamesas de Itamaraju Júlia e Fernanda Neves seguem internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiás. Elas passaram por uma cirurgia de separação no dia 13 de janeiro e desde estão seguem lutando pela vida. Não há previsão de alta para as irmãs. 

De acordo com o último boletim médico, divulgado pelo hospital neste domingo (31/1), a bebê Júlia teve piora no quadro de saúde e está em estado gravíssimo respirando com a ajuda de aparelhos. Já a irmã dela, Fernanda, permanece grave, porém estável. Ela respira com o auxílio de oxigênio inalatório. Apesar das complicações na recuperação, a cirurgia correu bem e sem nenhuma intercorrência. 

As duas compartilhavam do mesmo fígado e uma membrana do coração foram separadas em um procedimento que durou cerca de 5h30, tempo considerado recorde. As gêmeas ainda precisam de sangue O positivo para ser utilizado no período de recuperação. Por conta disso, o HMI e o Hemocentro de Goiás (Hemogo) pedem que a população doe sangue para as meninas. 

Outros tipos sanguíneos também podem ser doados. As doações podem ser feitas na sede do Hemocentro, localizado na Avenida Anhanguera n° 5.195, Setor Campinas, de segunda à sexta-feira, entre 8h e 17h, em nome de Júlia e Fernanda. Fonte: Blog Marcos Frahm.