sábado, 28 de maio de 2016

Recôncavo News

Campanha é lançada para ajudar criança com doença rara na Bahia, veja como ajudar

Natália Calisto Alves, de apenas três anos, sofre de epidermolise bolhosa – uma doença do tecido conjuntivo, ainda sem cura, que causa bolhas na pele e membranas mucosas, com uma incidência de 1:50.000 e resulta de um defeito na fixação da epiderme na derme, o que provoca fricção e fragilidade da pele.

Moradora da cidade baiana de José Antônio, Natália é filha de lavrador e mãe dona de casa. Ambos não têm condições de manter o tratamento da doença da filha – que acomete ainda mais cinco pessoas da família. Tocada pela história, a cabelereira Aline Teixeira da Silva Coutinho, de 27 anos, resolveu começar uma campanha nas redes sociais para ajudar a garotinha e sua família.

“Eu conheci a história dela na minha igreja. Aí fui ver a menina e perguntei à mãe dela como poderia ajuda. Ela me disse que queria comida e remédios para a filha. Então vi que ela queria o básico”, contou, em entrevista ao Bahia Notícias. Ainda segundo Aline, a campanha para ajudar Natália começou em março e, com o dinheiro arrecadado, a menina já foi trazida para especialistas em Salvador, além de conseguir ser atendida por médicos de Vitória da Conquista – da Uesb – que desenvolvem uma pesquisa com o Hospital Universitário de São Paulo.

Com o dinheiro arrecadado, Aline pretende também comprar uma nova casa para Natália, pois ela mora na zona rural da cidade, “em um lugar com muita poeira e calor, o que é muito ruim para ela”. Para ajudar Natália, as pessoas podem entrar em contato através do telefone (77) 98815-2565 ou pelo Facebook Tudo por Natália. Fonte: Bahia Notícias.