quarta-feira, 4 de maio de 2016

Recôncavo News

Após quebra de acordo, policiais de Santo Antonio de Jesus podem ser presos ou demitidos

O deputado Marco Prisco, presidente da ASPRA informou à Rádio Recôncavo que o governo do estado quebrou o acordo com os policiais que participaram da última greve e isso pode causar a prisão ou demissão desses oficiais. 
Segundo ele, o governo está punindo os policiais pelo movimento reivindicatório de 2012 e agora abriu um processo para apurar os procedimentos de 2014, descumprindo o acordo.
“Não era para punir os policiais, já descumpriu o de 2012, agora está quebrando mais uma vez o acordo. A demanda maior é do 14 º batalhão de Santo Antônio de Jesus que são O Sargento Ataíde, Vereador sargente Marcus Vinicius, Soldado Brás, entre outros”, disse. Ele falou ainda que os envolvidos terão defesa dos advogados da ASPRA.
“Esse é um processo administrativo, mas diante da intenção do comandante geral da corporação de forma até absurda descumprindo um acordo para satisfazer o ego de alguns oficiais da corporação, a gente duvida da lisura desse processo. 
Diante do acordo não era nem para ser aberto esse processo, infelizmente pode ocorrer a prisão e demissão dos policiais. Vale salientar que em Santo Antônio de Jesus já não tem policiamento suficiente, é um verdadeiro absurdo praticado pelo comando da PM capitaneado pelo governo do estado”, frisou. Fonte: Blog do Valente.