terça-feira, 17 de maio de 2016

Recôncavo News

Anvisa proíbe comercialização de canela moída por conter pelo de roedor

A Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON-BA), informou nesta segunda-feira (16), que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a fabricação, distribuição e comercialização em todo o território nacional, do produto Canela Moída, da marca Pachá, embalagem de 30 gramas, fabricado pela empresa Arcos Com. Imp. Ltda, instalada em Contagem (MG).

Segundo a agência, um laudo apontou a presença, acima da tolerância permitida, de pelo de roedor "matéria estranha indicativa de risco à saúde humana". De acordo com a Anvisa, esse é o segundo lote do produto onde foi encontrado o material. O lote foi interditado no ano passado. Fonte: Metro1.