sábado, 9 de abril de 2016

Recôncavo News

Wesley Safadão morreu e foi substituído por outro cantor, diz teoria de fã

Teorias de conspiração envolvendo morte e substituição de famosos são antigas. Desde Paul McCartney, Avril Lavigne e até a funkeira Anitta, tem para todos os gostos. Agora, uma teoria diz que o cantor Wesley Safadão morreu e foi trocado por um impostor.
Se intitulando "o fã do verdadeiro Wesley", Hilan Diener usou seu Facebook para denunciar a suposta armação. A teoria é que Wesley e toda a equipe morreram em um acidente de carro a caminho do Piauí, em 2015 - o acidente realmente aconteceu e o fã comprova com um link para um site de notícias nacional. Depois disso, o cantor teria sido substituído pelo cantor Nathan, vocalista da banda Safadões do Forró.
"Já se passou algum tempo que a maracutaia foi feita, mas infelizmente Nathan não pode vir a público para desmentir toda a farsa, pois sofre ameaças e está atrelado a contratos milionários”, escreve Hilan. 
Entre os indícios estaria a mudança de estilo do cantor. "Perceba que antes, Safadão usava roupas coloridas e alegres, hoje Nathan (sósia) está sempre de preto, barba por fazer e visual punk/agressivo. Nathan expressa esteticamente como o show bussines é terrivelmente negro, obscuro e faz de tudo para lucrar", teoriza.
A teoria chega a citar inclusive a troca de esposa de Safadão - o cantor traiu a primeira mulher e acabou casando com uma fã. "Mileide conheceu Wesley há 8 anos atrás, quando o cantor ainda nem fazia sucesso. Ela muito o ajudou no início com o pouco que tinha. Mas depois da sua morte ela não quis continuar com esse absurdo e decidiu separar de Safadão. Hoje sua esposa atual, Thyane Dantas, nem sabe que na verdade está casada com Nathan", diz.
O autor do texto é um publicitário de Brasília de 35 anos que confessou à revista Glamour que queria fazer uma brincadeira com o cantor, de quem diz ser realmente fã. "Um dia, andando de carro, eu pensei em criar uma teoria maluca sobre o Safadão. Sou fã do mesmo jeito que sou fã de Molejo, Raça Negra e essas coisas. É ruim, mas é bom. Trash cult", explica. Diener conta que acabou recebendo mensagens desagradáveis por conta da teoria. "Dizem muito que eu sou drogado, doente e invejoso", relata. Fonte: Correio.