sábado, 23 de abril de 2016

Recôncavo News

Festa de facção criminosa termina com 230 presos

Uma operação da Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC) em conjunto com a Supervisão de Áreas Integradas de Segurança pública (Saisp) e superintendências Estaduais de Investigações Criminais (Seic) e de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) deteve 230 pessoas que estavam numa festa promovida por uma facção criminosa em uma chácara no bairro do Recanto do Turu, em São Luís (MA), no fim de semana.
 
Duas armas de fogo, sendo uma pistola .40 – de uso das Forças Armadas – e um revólver, cocaína, crack, maconha e lança-perfume foram apreendidos.

Durante a ação, havia pessoas armadas com arma de fogo e facções nas proximidades de um muro da chácara. Com a chegada dos policiais, eles reagiram e realizaram disparos contra os policiais. Alguns conseguiram fugir. A polícia foi informada da festa por meio de uma ligação anônima.
 
Do total de detidos, 100 eram adultos – vários com passagem por tráfico, homicídio e roubo, mas nenhum com mandado de prisão em aberto – e 130 eram adolescentes, que foram liberados mediante termo de responsabilidade dos pais. Todos foram encaminhados à sede da Seic em um ônibus.

A promotora do evento, identificada somente por Adélia, foi autuada pelos crimes do Art. 243 e 244-b do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), pelos crimes de fornecer bebidas alcoólicas para menores de 18 anos e permitir o livre consumo de drogas no local.