quarta-feira, 13 de abril de 2016

Recôncavo News

Ex-PM flagra traição em motel e morre em confronto com amante da mulher, um policial civil

O policial militar Jaime Damião Mariano Pavel, 30 anos, foi morto após flagrar a mulher saindo de um motel no Rio de Janeiro acompanhada do amante, um policial civil da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). Os dois trocaram tiros depois que o PM ficou do lado de fora do motel aguardando a saída do casal, às 22h30 desta terça-feira (12).

Segundo o jornal O Globo, Jaime e a mulher eram casados havia cinco meses, mas os dois tinham um filho de 1 ano. Desconfiado da traição, ele seguiu a mulher, que havia dito que ia para a faculdade.
Jaime, que estava afastado da Polícia Militar e trabalhava como taxista, aguardou do lado de fora do motel e viu o policial Leonardo Cabral, 41 anos, saindo do motel acompanhado da mulher dele. Houve confusão e os dois trocaram tiros.
Jaime foi atingido no ombro, na coxa esquerda e na mão direita, Jaime não resistiu aos ferimentos e morreu. Leonardo foi atingido na cintura. A mulher não ficou ferida.
Ainda segundo a publicação, a arma utilizada pelo PM seria do pai, que pertenceu ao Exército. Segundo testemunhas, houve pelo menos sete disparos. A Delegacia de Homicídios investiga o caso.