quinta-feira, 3 de março de 2016

Recôncavo News

Homem é preso após sequestrar três crianças na cidade de Brejões

Um homem de 37 anos foi preso na cidade de Brejões, a 380 km de Salvador, após sequestrar três meninos de 5, 7 e 9 anos. A mãe das crianças diz que ele é o pai, mas a polícia ainda não conseguiu confirmar, porque o homem utiliza seis documentos falsos e nenhum dos meninos é registrado com o nome dele. A prisão foi realizada no sábado (27), e nesta quarta-feira (2) a mãe das crianças compareceu à delegacia de Brejões para falar sobre a situação e levar as crianças para casa.
A polícia informou que além do uso de documentos falsos, o homem ameaça a ex-mulher. "Ele dizia para as crianças que a mãe tinha morrido de câncer. Um dos meninos não quer nem ver a mãe, está traumatizada, dizendo que a mãe está morta. Nenhum dos garotos tem o nome do pai no registro, porque ele [o criminoso] usa seis nomes falsos. O nome do filho mais velho, Jamson, é um dos nomes que ele usava quando conheceu a mãe dos meninos. Até ela achava que o nome dele era verdadeiro. A mulher contou que ele  era muito violento e que uma dia ela saiu de casa com as crianças", explica o delegado que investiga o caso Arão Borges.
Ainda conforme o delegado, a polícia chegou ao homem através da ajuda dos moradores da cidade. "Os moradores acharam estranho um homem sozinho com os três filhos. 
Ele dizia a todo mundo que a esposa estava morta, mas os moradores desconfiaram e começaram a fazer pesquisa na internet. Eles descobriram que ele tinha um processo no Rio Grande do Norte. Então no sábado fomos à casa dele a achamos uma arma. Eu o prendi por porte ilegal de arma enquanto tentava descobrir outras coisas. Daí os crimes foram aparecendo. Também fomos à procura da mãe da criança", relatou.
Conforme a polícia, por conta dos crimes cometidos na Bahia, ele vai responder por porte ilegal de armas, falsidade ideológica, subtração de menores e cárcere privado. O homem está preso em Brejões, mas a Justiça é quem vai decidir se ele será ou não transferido para o Rio Grande do Norte.