sexta-feira, 11 de março de 2016

Recôncavo News

Feira de Santana: Vídeo mostra momento em que garota é baleada

A Polícia Civil descartou a hipótese de assalto contra a estudante de 14 anos que foi baleada no bairro Capuchinhos em Feira de Santana, na manhã desta quinta-feira (10), quando seguia para a escola. Ao analisar as imagens de câmeras de segurança, verificou-se que a ação do autor do disparo não era típica de uma cena de assalto, mas sim de uma tentativa de homicídio.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o delegado André Ribeiro, titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), informou que diante do que foi observado o crime passará a ser investigado pela 1ª Delegacia.

A jovem foi atingida por um tiro no pescoço por volta das 6h40. Ela foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Estadual da Criança (HEC), onde está internada com quadro estável, mas sem previsão de data para receber alta.

Um pedestre passava pela rua no momento em que a jovem foi alvejada e presenciou tudo. “Eu estava a cinco, sete metros atrás dela. Eu estava andando e quando eu ouvi o estampido levantei o rosto. Era um jovem claro, de camisa vermelha e branca listrada no sentido horizontal e usava boné. Ele estava de bicicleta”, afirmou a testemunha Luís Carlos.

O delegado informou que o pai da estudante esteve no Complexo Policial Investigador Bandeira, no bairro Jomafa, e apresentou o celular da filha. Ele disse que nenhum pertence foi levado.

“Segundo uma conversa que ele teve com uma colega, a menina tinha sido seguida por um elemento de bicicleta. A princípio efetuamos o registro policial porque pensamos que podia se tratar de um roubo. As equipes da Delegacia de Furtos e Roubos iniciaram a investigação, fomos até o local, observamos a câmeras de vigilância, e percebemos que este elemento que passou de bicicleta próximo a menina, efetuou um disparo e seguiu. Nem sequer parou a bicicleta, nem levou nada. Com isso viemos a entender que se trata de uma tentativa de homicídio”, detalhou o delegado André Ribeiro.

O motivo do crime ainda é desconhecido. “Ela ainda encontra-se hospitalizada e não sabemos se ela tem rivalidade com alguém. Não sabemos ainda o porquê desta tentativa de homicídio contra a menor, mas vamos passar as investigações para a delegacia de área, por se tratar de uma tentativa de homicídio e eles vão dar prosseguimento as apurações e levantar a motivação deste crime. Nada foi levado da vítima, o elemento nem encostou nela”, informou o delegado. A polícia está à procura do autor do crime. Fonte: Acorda Cidade.

Veja o Vídeo: