quarta-feira, 30 de março de 2016

Recôncavo News

Envolvido na morte de Pfem Ducineide troca tiros com polícia em Amargosa

Wilihans da Rocha Pita, 33 anos, acusado de envolvimento na morte da policial militar feminina (Pfem), Dulcineide Bernadete de Souza, ocorrido em 16 de novembro 2015, foi preso após uma troca de tiros com policiais civis da cidade de Amargosa, no centro sul da Bahia, nesta quarta-feira (3). A equipe da delegacia da cidade chefiada pelo delegado Adilson Bezerra de Freitas, investigava assaltos em dois estabelecimentos comerciais da cidade, quando chegaram ao acusado e mais dois comparsas.
De acordo com publicação do Amargosa News, a equipe Policial Civil teve informações que a arma de fogo, uma pistola calibre ponto 40, subtraída após assassinato da policial militar Dulcineia Bernadete, estaria escondida no quintal da residência de um dos comparsas, identificado como Wilton da Paixão Souza, 34 anos, morador do Povoado de Mata das Covas. Wilton tinha como função, resgatar Wilihans e outros comparsas em um veículo Seat Cordoba, de placa JNT-4559, após o cometimentos dos assaltos, encontrando com eles em algum local anteriormente combinado, normalmente na zona rural, para dificultar a ação da Polícia.
De posse dessas informações, o Delegado de Polícia Adilson Bezerra de Freitas, saiu em diligência com a equipe do SI, fez a abordagem ao Wilton, conduzindo o mesmo até a sua residência, em busca da referida arma de fogo. Ao se aproximar, os policiais foram recebidos a bala pelo Wilhans, havendo intensa troca de tiros, tendo o mesmo conseguido fugir pelo matagal, provavelmente ferido e a pé. A arma de fogo pistola ponto 40, da Pfem foi recuperado pelos Policiais Civis no quintal da residência de Wilton da Paixão Souza, o qual recebeu voz de prisão em flagrante.
Ainda segundo informações da polícia, publicadas pelo site Amargosa News, há aproximadamente 60 dias, Wilihans estava em Amargosa, utilizando a cédula de identidade de seu irmão, identificado como Marcos Miler Machado da Rocha Pita, fato descoberto posteriormente pela equipe de investigadores da Delegacia de Amargosa. Ele estaria atuando no tráfico de drogas na cidade. Wilihans ainda está foragido. Fonte: Bocão News.