quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Recôncavo News

Feira de Santana: 246 foram diagnosticados com HIV aids em 2015


No ano passado, 246 pessoas em Feira de Santana foram diagnosticadas ser portadoras do HIV ou de aids - respectivamente 118 e 124. Em 2014, este número chegou a 242. Estão em tratamento contra a doença no Programa DST/aids, 1.727. 

A maioria é formada por adultos do sexo masculino – 41 crianças recebem o atendimento especializado.

Geralmente as pessoas buscam atendimento médico quando apresentam sintomas de doenças relacionadas à doença, como tuberculose, diarreia prolongada e garganta inflamada com frequência.

Quando não apresenta sintomas de doenças hospedeiras relacionadas à aids, a descoberta se dá em exames de rotina, geralmente em campanhas, quando são realizados os testes rápidos – o resultado sai em minutos.


A transmissão da doença se dá via sexual. “As pessoas deixam de lado as formas de proteção”, diz a coordenadora do Programa em Feira de Santana, Vanessa Mariana. No caso dos bebês, o vírus é transmitido pela mãe quando da realização do parto, a chamada transmissão vertical. “Quando diagnosticada, a grávida faz o pré-natal no SAE”, explica a coordenadora.

No Serviço de Atendimento Especializado a paciente recebe os anti-retrovirais, medicamentos que auxiliam no controle da doença e na proteção do bebê. O parto é sempre cesariano. Lá também recebe outros atendimentos especializados, de psicólogo ou de dentista.

Caso a mulher, ou homem, tenha companheiro, ele é orientado a fazer o teste. “Existem os casos soro discordantes”, explica Vanessa Mariana. Quando um dos parceiros não é portador do vírus no organismo. Fonte: Acorda Cidade.