terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Recôncavo News

Videomonitoramento em Vera Cruz reforça segurança de baianos e turistas

De um painel eletrônico, a Polícia Militar da Bahia (PMBA) acompanha, em tempo real, tudo o que acontece em ruas de Mar Grande, distrito do município de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica. Com investimento de R$ 830 mil da Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP), a Central de Operações e Videomonitoramento, da 5ª Companhia Independente da PM (CIPM), inaugurada sexta-feira (11), auxilia o patrulhamento ostensivo no município.
Oito câmeras instaladas em pontos estratégicos transmitem as imagens captadas para a central. A partir disso, os policiais militares planejam ações buscando garantir a ordem e preservar a vida. Como explica o comandante da 5ª CI PM, major Fábio Dias, a polícia agora dispõe de uma ferramenta importante para prevenir situações indesejadas e utilizar nas ações de repressão também. “Com a central, a gente pode monitorar os lugares mais movimentados, e isso nos permite reduzir o tempo de resposta na resolução de problemas”.

Melhor vigilância
Os equipamentos, que possibilitam melhor condição de vigilância, já proporcionam sensação de segurança a quem vive em Vera Cruz. “A gente que trabalha o dia todo fica mais tranquilo em saber que vai deixar familiares em casa, e que eles estão seguros", afirma o mototaxista Darlan Limas, 28 anos.

Para a aposentada Helena Cardoso, 70, residente na Ilha de Itaparica há quase cinco anos, é inevitável caminhar pelas ruas para resolver situações corriqueiras. Ela conta que, durante muito tempo, teve medo de transitar e hoje está mais aliviada. “Já não estou mais na idade de andar com muita pressa [e] apreensiva. Acredito que, sabendo [da existência de] câmeras de vigilância espalhadas, os bandidos devam se sentir intimidados, e isso tranquiliza o cidadão de bem”.

Localizada no bairro do Duro, a Panificadora Almeida, que já foi alvo de ladrões, agora está sendo vigiada dia e noite. Para o proprietário Adenilson Silva, 33, a instalação de câmeras [em Vera Cruz] deve evitar assaltos e furtos no empreendimento. “Tive muito prejuízo com os roubos. [Aqui] era um local vulnerável. Espero que com o monitoramento se torne mais seguro”.

Segurança do turista

Em Vera Cruz moram 37.567 habitantes conforme o Censo de 2010 realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No verão, o número de pessoas no município aumenta quase o dobro com a chegada dos visitantes para curtir as férias e aproveitar as opções turísticas, o que demanda maior atenção quanto à segurança pública.

A atendente Denise dos Anjos, 23, chegou à Ilha de Itaparica acompanhada do filho Daniel, 6, antes dos outros familiares. Ela afirma que nunca teve motivo para ficar preocupada com o lugar. No entanto, ao saber da instalação das câmeras, avaliou como uma iniciativa importante. “Precaução nunca é demais. Quem está aqui para se afastar do tumulto da cidade grande, sabendo que há esse serviço, é natural que fique mais à vontade”, enfatiza a soteropolitana.

Expansão do monitoramento

As câmeras também auxiliam o patrulhamento ostensivo das localidades de Riachinho, Ilhota e Gamboa, e a previsão é que o sistema de videomonitoramento seja ampliado. Em 2016 duas câmeras devem ser instaladas em Bom Despacho, além de outras cinco no município de Itaparica, vizinho de Vera Cruz.

Na central é a Superintendência de Gestão Tecnológica e Organizacional (SGTO), que controla todas as imagens captadas e transmitidas ao Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), no Parque Tecnológico da Bahia, em Salvador.

“As centrais de monitoramento formam uma rede que contempla Salvador, região metropolitana e algumas cidades do interior. No Parque Tecnológico, as imagens são armazenadas e utilizadas quando necessário [servindo], por exemplo, [como] prova para algum caso”, explica o titular da SGTO da Secretaria da Segurança Pública, tenente-coronel Marcos Oliveira.

Fotos: Carol Garcia/GOVBA.