sábado, 12 de dezembro de 2015

Recôncavo News

Chuva de meteoros poderá ser observada a olho nú neste final de semana

A chuva de meteoros Geminídeos está ativa do dia 4 até o dia 17 de dezembro de 2015. 

Neste ano o fator favorável para a observação desta chuva de meteoros é que a Lua não irá interferir na observação, com o radiante na constelação de Gêmeos (daí o nome desta chuva de meteoros).

O show celeste começa por volta das 22 horas no horário de verão brasileiro. Nesta época do ano, a constelação de Gêmeos nasce a Nordeste (NE) por volta das 22:00 horas (no horário de verão).

O radiante da chuva Geminídeos está localizado abaixo da constelação de Órion, a região do céu onde estão as famosas estrelas Três Marias (Mintaka, Alnilan e Alnitak), que simbolizam o cinturão do grande guerreiro.

Na constelação de Gêmeos estão os dois gêmeos de ponta cabeça (no hemisfério sul as constelações aparecem de ponta cabeça), com duas estrelas brilhantes em destaque, Castor (Alpha Gemini) e Pollux (Beta Gemini), simbolizando as cabeças dos gêmeos e facilitando a localização da constelação.

A direita da constelação de Gêmeos está uma das estrelas mais brilhantes do céu noturno, a estrela Procyon (Alpha Canis Minoris) na constelação de Cão Menor e à esquerda está a estrela Capella (Alpha Aurigae), uma das estrelas mais brilhantes do céu, localizada na constelação de Cocheiro.

Cappella é uma estrela múltipla, com 4 estrela orbitando entre si. O melhor horário para a observação da chuva de meteoros Geminídeos é no início da madrugada, quando a constelação estará mais alta no céu.

A chuva de meteoros Geminídeos é uma das chuvas de meteoros mais ativa e aguardada todos os anos.

É esperado neste ano de 2015 até 120 meteoros/hora no dia do pico da chuva de meteoros Geminídeos, na noite do dia 13 para o dia 14 de dezembro, de domingo para segunda-feira.

Os meteoros da chuva de meteoros Geminídeos não são rápidos, viajando no espaço a 35 km/s ou 126.000 km/h.

Estes meteoros são multicoloridos sendo 65% brancos, 25% amarelos e o restante se divide entre as cores verde, azul e vermelho.

Esta chuva de meteoros pode surpreender ! A chuva de meteoro Geminídeos em 1985, teve uma taxa de 4960 meteoros por hora!

Geralmente as chuvas de meteoros são originárias da passagem da Terra pela órbita de cometas, mas com a Geminídeos é diferente. Esta chuva de meteoro está associada ao asteroide 3200 Phaethon, que passa a uns 17 milhões de quilômetros da Terra.

Este pequeno asteróide com 5 km de diâmetro tem uma órbita incomum, passando muito próximo do Sol que a grande maioria dos asteroides.

Por causa disto recebeu o nome de Phaethon, o filho do Deus Sol na mitologia grega. Os astrônomos acham que Phaethon pode ser um cometa extinto, por ter a sua órbita similar a de um cometa.

Este estranho astro foi descoberto em 1983 pelo satélite Iras, da NASA, que fez história produzindo o primeiro mapa do céu em comprimentos de onda do infravermelho.
 
O 3200 Phaethon é classificado como um asteróide do tipo Apollo, se tornando um potencial candidato com risco de
colisão com nosso planeta.

As informações sobre a taxa de meteoros/hora foram obtidas na página da IMO (International Meteor Organization).

Observando o céu nesta noite de sexta-feira (11) ou de sábado (12), você poderá ser surpreendido com a passagem de algum meteoro Geminídeo !
Mas o pico da Chuva de Meteoros Geminídeos é na noite de domingo (13) par segunda-feira (14) !

Agora é hora de rezar para o São Pedro parar de mandar chuva !

Lembrando sempre que para observar qualquer chuva de meteoros, não é necessário o uso de qualquer instrumento astronômico, basta estar preferencialmente em ambiente escuro, se possível livre de Poluição Luminosa (PL) e ter um pouco de paciência.

Leve uma cadeira de praia reclinável, ou um colchonete para estender no chão, alguns comes e bebes e sempre agasalho.

Fique no escuro, não ofusque sua visão olhando para o celular, notebook, lanterna ou qualquer fonte de luz.

Os nossos olhos precisam de pelo menos vinte minutos para que as pupilas se adaptem a total escuridão. 

Quanto mais dilatada a pupila, você irá observar melhor o céu e notar com maior facilidade qualquer brilho que risque o céu.

Leve amigos juntos para observar, é muito divertido ver alguém gritar: Alí !, outro à esquerda !

Agora é hora de rezar para o São Pedro parar de mandar chuva !