domingo, 28 de junho de 2015

Recôncavo News

Especulação imobiliária faz aluguel no Recôncavo ter valorização de até 60%

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), que completa nove anos de fundação no próximo dia 3 de julho, está ajudando a dinamizar o mercado imobiliário nas cinco cidades da região em que está presente. A chegada de professores e estudantes, além de gente que chegou para trabalhar em grandes obras, como o Gasoduto do Nordeste e o estaleiro Enseada Indústria Naval, em Maragojipe, tem mudado a paisagem em algumas cidades. O aluguel, em alguns lugares, valorizou-se em 60%, fora os casos em que o preço foge de qualquer lógica econômica.

Em Santo Antônio de Jesus, considerada "capital" do Recôncavo", há 16 empreendimentos imobiliários em construção,  entre loteamentos e condomínios, sendo comercializados pela corretora Mário Assis, pioneira da cidade. A crise econômica esfriou momentaneamente o apetite por compras, mas o mercado de aluguel continua aquecido.

"Quem vem como professor ou estudante normalmente só parte para comprar algo depois de três ou quatro anos, quando tem certeza de que vai ficar por mais tempo", avalia o corretor de imóveis Mário Assis, um dos pioneiros do setor e dono de uma das maiores corretoras da cidade.

Assis destaca que o comércio tradicionalmente pujante de Santo Antônio de Jesus já havia criado uma elite econômica que, muitas vezes, prefere investir em imóveis em Salvador e em outras capitais brasileiras.  Mas a chegada do campus da UFRB e a construção de um estaleiro em Maragojipe  trouxeram um novo fôlego ao mercado imobiliário local.

Com uma nova classe média surgida na última década, Santo Antônio de Jesus ganhou projetos de prédios de 12 andares, como o Torre Inglesa, e já possível ver anúncios de apartamentos na cidade por R$ 370 mil. "Mas o que tem se destacado por aqui é a oferta de loteamentos e condomínios", afirma Mário Assis. Sua corretora comercializa atualmente unidades em 16 empreendimentos imobiliários no município, desde projetos de alto padrão a conjuntos do Minha Casa, Minha Vida.

Lançado em  2014, o Arvoredo Castanheira é um condomínio fechado com academia de ginástica, piscina com raia para prática esportiva, espaço gourmet, brinquedoteca e áreas de lazer para idosos. O lote custou R$ 130 mil.  

Parte desse movimento se deve à instalação da Enseada Indústria Naval (antigo Estaleiro Enseada do Paraguaçu), que levou milhares de profissionais para Maragojipe, a 79 quilômetros de Santo Antônio de Jesus, que herdou parte considerável das intenções de compra e construção de imóveis. "O movimento de venda caiu muito depois da crise, mas fui informado de que a situação vai se normalizar em fevereiro", disse Assis.

A Enseada Indústria Naval tem como sócias majoritárias a Odebrecht, a OAS e a UTC, empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato, além da empresa japonesa Kawasaki.

Prédios verticais

Em Cruz das Almas, que abriga a reitoria da UFRB, a presença de imóveis  de melhor padrão de construção desde 1975, quando foi inaugurada a Embrapa Mandioca e Fruticultura, que conta com um quadro fixo de 227 funcionários, sendo 70 pesquisadores de alto nível.

"A chegada da universidade ajudou a movimentar o mercado e hoje a cidade já tem até prédios verticais", assinala o corretor de imóveis Crispim Almeida, o primeiro a se estabelecer no ramo em Cruz das Almas e que, com o desenvolvimento do município, já vê jovens que foram seus estagiários atuarem como concorrentes no mercado. "Na verdade, somos parceiros", brinca Almeida.

Mesmo em cidades menos prósperas a pressão exercida pela chegada de instituições de ensino ou grandes empresas ajudaram a levar os preços de aluguel para patamares raros em uma cidade do interior da Bahia. Em Santo Amaro, que vai receber um núcleo de pesquisadores para averiguar os efeitos da contaminação ambiental por uma fábrica de chumbo, não é difícil ver proprietários pedindo R$ 1.200 pelo aluguel de uma casa de dois quartos com piscina. Uma tendência que, segundo fontes do mercado, foi inaugurada quando a Petrobras se instalou na região para construir o Gasoduto Sudeste Nordeste (Gasene), que cruza o Recôncavo a caminho de Catu.

Santo Amaro também tem sido procurada como moradia por estudantes de países como Moçambique e Angola que se matriculam no campus de São Francisco do Conde da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

Em Cachoeira, a presença de tanta gente de fora depois da chegada da universidade levantou a discussão sobre a elitização da cidade histórica. Mas para os moradores de uma cidade que não oferece muitos postos de trabalho alugar a casa acaba sendo uma fonte de renda bem-vinda.

"As cidades que se tornam polos educacionais e de serviços de saúde se transformam em bons mercados imobiliários. É o que está acontecendo no Recôncavo", afirma o presidente do Sindicato da Indústria da Construção do Estado da Bahia (Sinduscon), Carlos Henrique Passos. Fonte: Atarde.