quarta-feira, 8 de abril de 2015

Recôncavo News

Reitor da UFRB assumirá secretaria no Ministério da Educação

O reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Paulo Gabriel Soledad Nacif, irá assumir uma secretaria do Ministério da Educação, a convite do novo ministro, Renato Janine Ribeiro, que foi empossado pela presidente Dilma Rousseff na última terça-feira (6)
Primeiro reitor da UFRB, Gabriel Soledad Nacif será responsável pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), órgão que  implementa políticas educacionais nas áreas de alfabetização e educação de jovens e adultos, educação ambiental, educação em direitos humanos, educação especial, do campo, escolar indígena, quilombola e educação para as relações etnicorraciais
Com o afastamento do reitor da UFRB, o vice-reitor Silvio Soglia assume temporariamente o exercício da reitoria, conforme previsto no Estatuto da UFRB. A consulta para a escolha do novo reitor e vice-reitor referente ao quadriênio 2015-2019 está prevista para os dias 28 e 29 de abril deste ano.
Trajetória

O professor Paulo Gabriel integrou a comissão de implantação da UFRB, proposta pela Universidade Federal da Bahia.  Em 03 de julho de 2006, assumiu a reitoria pro tempore da nova universidade.  Em julho de 2007, foi empossado oficialmente como primeiro reitor para um mandato de 04 anos e, em maio de 2011, foi reeleito para novo mandato. É engenheiro agrônomo (Universidade Federal da Bahia, 1988) e concluiu o mestrado e o doutorado em Solos pela Universidade Federal de Viçosa (2000).
Foi professor da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), onde atuou como Gerente de Pesquisa e Pós-Graduação (1992/1993), e da Universidade Federal da Bahia (UFBA), chegando a diretor da Escola de Agronomia. Tem experiência na área de Solos e Geografia, atuando principalmente nos seguintes temas: classificação e manejo de solos, análise de paisagens e uso da terra, além de estudos nas áreas de Gestão do Ensino Superior, Políticas Afirmativas e Ciência e Tecnologia. Fonte: Correio.