quarta-feira, 1 de abril de 2015

Recôncavo News

Nazaré: Confira a programação da Feira do Caxixis

A Feira dos Caxixis, uma das exposições de artesanato mais antigas do país, vai movimentar o Recôncavo Baiano durante a Semana Santa, entre os dias 2 e 5 de abril. Realizada no município de Nazaré,  a feira conta com programação musical, artesanato e turismo. Nas noites de sábado (5) e domingo (6), a Arena Caxixis, que fica na Central de Abastecimento da cidade, terá shows de Neto LX, Tayrone, Canindé, Adão Negro, Black Style, Jau e Negra Cor
Este ano, com o tema Arte, Cultura e Cor, o evento, que tem mais de três séculos, acontece nas praças Alexandre Bittencourt e dos Táxis (Circuito Caxixis), onde 200 barracas para exposição das miniaturas em barro e 50 para artesanato produzido por nazarenos da região.
A feira irá funcionar das 8h às 22h. O fluxo diário de visitantes, em média, é de cinco mil pessoas, com pico na Sexta-feira Santa, quando registra entre oito e dez mil pessoas. Além dos caxixis, o visitante encontra peças de artesanato em couro, madeira, reciclado, sementes, além de moringas, potes, cofres em forma de porquinhos, jarras, purrões, objetos decorativos e utilitários, com preços para todos os bolsos e gostos.
Cultura e turismo
Na Praça dos Táxis, durante o dia, acontece apresentação de dança, teatro e grupos musicais locais e regionais.
Passeios turísticos também são destaque. Visitantes podem conferir a primeira locomotiva do município, batizada de Visconde de São Lourenço, adquirida em 1873, e o monumento Jesus de Nazaré, com 15m de altura, localizado no Morro do Silêncio, mirante de onde se avistam as áreas urbana e rural.
Além disso, o Cine-Teatro Rio Branco, o mais antigo da América Latina e um dos exemplares da art-noveau no Nordeste, é ponto turístico na cidade. A Igreja Matriz de Nossa Senhora de Nazaré, cuja construção durou quase 100 anos, e a Cachoeira do Roncador, queda d’água do Rio Copioba, que forma corredeiras e um poço natural, estão entre outras atrações turísticas da cidade.
História
A Feira dos Caxixis começou com pequena exposição idealizada por um oleiro de nome Patrício. Numa canoa, navegando pelo Rio Jaguaripe, deslocou-se de Maragogipinho até Nazaré das Farinhas, na Semana Santa, trazendo miniaturas confeccionadas em barro, compradas pelos moradores ainda no porto. O sucesso motivou o artesão a convidar outros oleiros a acompanhá-lo, todos os anos, originando-se, assim, a Feira dos Caxixis.