sábado, 14 de março de 2015

Recôncavo News

Manifestantes podem ter recebido diária para participar de ato pró-Dilma

Segundo uma publicação da revista online Valor Econômico, na capital paulista, nem só de voluntários é formada a massa de manifestantes para realizar um ato organizado por sindicatos e movimentos sociais, tais como a CUT e MST, em defesa da manutenção do governo Dilma Rousseff. 
Perto do prédio da Fundação Cásper Libero, em São Paulo pessoas com um balão gigante da CUT nas mãos afirmaram ter recebido R$ 35 para participar da manifestação.
A reportagem da revista teria conversado com Edmilson Barbosa, desempregado, que viu na participação do ato desta sexta um “bico” para ajudar em sua renda. Barbosa disse que um ônibus pegou os trabalhadores no bairro do Brás e os levou até a avenida Paulista. Entre as pessoas que seriam contratadas para segurar os balões estão imigrantes que não falam português.