quarta-feira, 18 de março de 2015

Recôncavo News

Feira de Santana: Empresas disputam licitação do BRT

Duas empresas estão disputando a licitação pública para implantação do sistema BRT em Feira de Santana. A licitação de nº 012/2015 foi aberta às 8h45 desta terça-feira (17), com a participação das empresas Via Engenharia S.A., de Brasília, e a Terrabrás do Brasil S.A, com sede em Salvador.

As concorrentes apresentaram os envelopes com credenciamentos, que estão sendo avaliados pela Comissão Especial de Licitação. As análises dos documentos acontecem no Salão de Licitações da Prefeitura, na avenida Sampaio.

A previsão do Governo Municipal é de investir R$ 97.867.569,02, dos quais R$ 90.107.500,00 são através de financiamento e os outros R$ 7.760.069,00 são recursos próprios da contrapartida. Além dos membros da comissão, a Licitação Especial também está sendo acompanhada pelo procurador geral do Município, Cleudson Santos, e o subprocurador Oswaldo Coelho Torres Neto.

A estimativa do Governo Municipal é de investir R$ 97.867.569,02 na implantação da estrutura física para viabilizar o novo sistema de transporte rápido através de ônibus.


Os representantes da Terrabrás na licitação, Cauby Andrade (supervisor de obras) e Igor Rocha (engenheiro e gerente de obras) observam a importância da iniciativa para o desenvolvimento da cidade. “Tem importância enorme porque está sendo pensada e planejada para trazer benefício incalculável para Feira de Santana. Esta cidade possui um volume de tráfego que requer um sistema de mobilização urbana rápido”, frisa Cauby.

A mesma opinião é do representante da Via Engenharia, Antônio Ferro. “A licitação oferece um projeto atrativo que vem melhorar a estrutura da cidade”, destaca.

Já o secretário municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), Ebenezer Noel Tuy, observa a importância da licitação para um sistema de transporte melhor para a população feirense. “A licitação é para construção da parte física das obras, devendo oferecer duas novas estações de transbordo, mine estações de transbordo no Centro, faixas exclusivas para o tráfego de ônibus e ainda passagens subterrâneas nos cruzamentos das avenidas Getúlio Vargas/Maria Quitéria e da João Durval Carneiro/Presidente Dutra”, informa. Fonte: Acorda Cidade.