quinta-feira, 26 de março de 2015

Recôncavo News

Camaçari: Doença misteriosa pode ser roséola ou parvovírus

A Vigilância Epidemiológica, a Secretaria de Saúde de Camaçari (Sesau) e a Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), suspeitam que a doença misteriosa que atinge moradores de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, seja roséola ou parvovírus. O órgão estadual vai encaminhar amostras de sangue para laboratórios do Paraná e Rio de Janeiro para identificar a causa dos sintomas apresentados por habitantes do município. Já foram realizados testes de dengue, febre chikungunya, rubéola, sarampo e as doenças foram descartadas.
Na reunião entre os órgãos realizada nesta quarta-feira, 25, a Embasa apresentou relatório que mostra que não houve alteração na qualidade da água na cidade. Representantes da Coordenadoria do Meio Ambiente da Sedur (Secretaria do Desenvolvimento Urbano) também apresentaram dados que demonstram que não foi detectado nada fora do normal no ar do município nos últimos dois meses. Até sexta-feira, 27, uma nova reunião será realizada entre a Sesau e a Sesab para avaliação dos dados coletados.
De acordo com a Sesau, entre os sintomas, destacam-se pintas, dores e coceira pelo corpo. Duram, em média, sete dias e desaparecem sem causar nenhum dano. O órgão afirma que os pacientes não têm febre. Fonte/Foto: Atarde.